política

A política de Cachoeirinha está na m.!

Campanha tem outdoors em Cachoeirinha

Cachoeirinha está, literalmente, na ‘m.’

Vive sua mais grave crise política; e muito por culpa de malfeitos, não feitos ou feitos errados de seus políticos. Não sou caça-cliques, daqueles que no Grande Tribunal das Redes Sociais não permitem aos políticos mais que a presunção de culpa. Mas está difícil salvar alguém.

A campanha da oposição pelo #ForaMiki é um desastre. De audiência, já que 20 pessoas, se muito, foram ao ato na quinta-feira passada, e, o que mais me preocupa, comete um grave erro de concepção.

Tem panfletos circulando e até outdoors, supostamente financiados por uma ‘vaquinha’ entre políticos oposicionistas e empresários interessados e interesseiros, cuja arte do material tem como ilustração uma merda ‘estilizada’.

Reputo isso diz muito.

Comprove-se Miki Breier (PSB) o maior corrupto – flagrado – da história de Cachoeirinha, como narra o Ministério Público Estadual e se deliciam os adversários do prefeito afastado pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça por supostamente chefiar uma orcrim, que fraudou contratos e distribuía mensalões e mensalinhos do lixo, que credibilidade transmite uma oposição que usa uma baixaria dessas em sua propaganda?

Lembrou-se aquele adesivo que bárbaros colavam na entrada do tanque de gasolina do carro com Dilma, presidente da República, uma senhora, avó, de pernas abertas.

Para além de grotesco, incivilizado, é infantil.

É essa gente, que reúne diferentes partidos em uma reunião (ideologicamente MarxDonalds) contra Miki e aprova um material com um ‘coco estilizado’ como protagonista?

E quando, e se, um dia governarem? Serão também reféns dessa informação por meme, do mocinho e do vilão do dia, conforme os humores do Grande Tribunal das Redes Sociais, alimentados por desinformados e, principalmente, informados do mal?

Dos Grandes Lances dos Piores Momentos é que a campanha joga o povo contra os vereadores, cobrando aprovação de um impeachment que está suspenso judicialmente!

Parem Cachoeirinha que eu quero descer!

Como já alertei antes, e acertei: atropelaram o quarto(!) impeachment e transformaram em um fiasco que pediu música do Fantástico em suspensões pelo Judiciário.

Culpado ou inocente, na ânsia de cassar vão ‘absolver’ Miki. E vitimizá-lo, com esse cancelamento/linchamento que remete a desenhos em nossos cadernos na 5ª série.

Ao fim, alerto desde o ano passado para a fama de cidade de bandidos que ganha Cachoeirinha, tamanha falta de limites no denuncismo; e, também malfeitos.

‘República da Chinelagem’, apelidei.

Não invoquei o Pai Merdanelles, aquele que faz previsões não nos búzios ou na borra do café, mas sim na espuma da cerveja e na cinza do cigarro, mas profetizei: “… É inevitável o ‘Efeito Orloff’ dessa razia da política. Vai arrastar todos os políticos, de oposição ou governos, puxa-sacos, aspirantes e CCmaníacos que querem tomar a Prefeitura de assalto, ao fuzilamento pelas metralhas de teclados no Grande Tribunal das Redes Sociais – cujas ‘togas’ pendem para ambos lados da ferradura ideológica…”.

Segui: “… O ‘Eu Sou Você Amanhã’ do comercial de vodca de 1987, que ontem tornou presidiário o denunciador dos “300 picaretas do Congresso”, é experimentado hoje pelo deprimente da república, assim como aconteceu no interregno com o juiz ladrão…”.

Avisei: “… Quem paga a conta dessa molecagem – e do rancho – é o povo. Ou alguém não sabe que um governo walking dead – e forçadamente parado – é porto para o assalto de todo tipo de pirata da política? Ou alguém não antevê que governos, para não se encastelarem, precisam de oposição com credibilidade para que a sociedade não escolha apenas o 'menos pior'? Ou alguém acredita que investidores querem colocar dinheiro em uma Cachoeirinha na qual não se sabe quem será o prefeito amanhã?…”

Conclui: “… Navegando pelas redes sociais parece que os corruptos são encontrados em várias partes do mundo, quase todas aqui…”.

Nos últimos sete meses, só piorou. Afogamo-nos no Grande Tribunal das Redes Sociais e em um noticiário político-policial.

Ao fim, repito, lamentavelmente não pela última vez: pobre Cachoeirinha!

Entre feitos e malfeitos, é um #ForaPovo o que andam cometendo, não só oposição, mas governo também. Nada mais necessário que a política, mas precisarão fazer muito os envolvidos para recuperar a confiança da população.

É em momentos assim que os monstros saem do armário.

Ou da merda.

 

LEIA TAMBÉM

Do Fora Miki ao Fora Povo: Ex-candidatos a prefeito pedem renúncia de prefeito afastado; Pobre Cachoeirinha!

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade