política

Juiz de Gravataí nega gratuidade de justiça para vereador Deadpool em ação indenizatória de 200 mil contra Prefeitura; A ’síndrome do Pequeno Príncipe’

Fernando Pacheco, o Deadpool, é vereador em primeiro mandato

O juiz Regis Pedrosa Barros, da 4ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública de Gravataí, negou pedido de gratuidade da justiça para o vereador Fernando Deadpool (União Brasil) na ação em que pede indenização de R$ 200 mil para Prefeitura, o vice-prefeito Dr. Levi (Republicanos) e médica com a qual se envolveu em incidente durante fiscalização na USF Barro Vermelho.

O despacho ao qual o Seguinte: teve acesso diz que a renda do político “é incompatível com o deferimento da benesse legal, reservada às pessoas pobres que não têm condições de arcar com os custos do processo sem prejuízo da própria subsistência”.

Revelei com exclusividade o início da polêmica em Incidente entre vereador e médica: Líder do governo quer comissão de ética e Deadpool desafia: ’Abram, Prefeitura foi covarde, tenho provas em vídeo de que fui agredido’; Os Karamazov de GravataíNo B.O. médica diz que vereador de Gravataí ’projetou-se em sua frente, esbarrando em seus seios’; Fernando Deadpool se defende em vídeoVereador Deadpool é levado em viatura para registrar B.O. em Delegacia após incidente com médica em posto de saúde de Gravataí; O futuro ’Boca Aberta’? e Nota de repúdio a Deadpool: Prefeitura de Gravataí anuncia que buscará responsabilização criminal e judicial em incidente envolvendo vereador e médica; ’Conduta aviltante’, diz Dr. Levi.

Após os artigos, a querela continuou no Parlamento, na Justiça e na Polícia.

Como reação ao prefeito Luiz Zaffalon (MDB) enviar à Câmara de Vereadores documentos relatando suposta falta de decoro na atuação do parlamentar, que motivaram relatório da Secretaria da Saúde, de empresa prestadora de serviços e, inclusive, registro de ocorrências policiais por profissionais da área entre 2021 e 2022, o que tem com pena máxima a cassação do mandato pela Comissão de Ética, Deadpool moveu a ação indenizatória na Justiça local, além de prestar queixas criminais contra Levi e a médica por denunciação caluniosa.

Sua advogada, Christine Randon Teixeira, é ligada à equipe eleitoral do escritório do também vereador de Gravataí Cláudio Ávila e atuou na causa a qual o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou a ‘família do relho’, o deputado estadual Luis Augusto Lara e o irmão prefeito Divaldo Lara por uso da máquina pública de Bagé durante a eleição de 2018; o que reportei em A cassação do ’relho da hipocrisia’.

Apesar de não ser mais ligado politicamente a Deadpool, Ávila tem Levi como alvo desde a tentativa de cassar a chapa na eleição de 2020 pela clínica do médico ter negócios com a Prefeitura.

– Da única coisa eu não desisto é fazer justiça – disse Fernando Deadpool ao Seguinte:, na manhã desta sexta.

O juiz determinou o pagamento em até 15 dias, aceitando parcelamento em cinco vezes de mil reais das custas, sob pena de anulação do processo, e segunda-feira o político vai depositar a primeira parcela.

Ao fim, não há ilegalidade em um vereador pedir justiça gratuita. Lembro o falecido deputado estadual Abílio dos Santos, que pediu e ganhou assistência jurídica gratuita durante o mandato.

Reputo, porém, não é um bom exemplo, não pega bem, quando pobres, por exemplo, precisam ficar na fila para conseguir auxílio jurídico para garantir vaga em creche para suas crianças; e o Fórum de Gravataí é dos mais superlotados de ações do Rio Grande do Sul.

Possivelmente muitos daqueles que não permitem aos políticos nada além da presunção de culpa, julgarão imoral. Entre eles, aposto, alguns eleitores de Deadpool, que foi eleito pela anti-política e agora experimenta como parlamentar a ‘síndrome do Pequeno Príncipe’: “és responsável por tudo aquilo que cativas”.

Fatos, aqueles chatos que atrapalham argumentos: o salário bruto do vereador Fernando Deadpool é de R$ 10.541,91. Com os descontos de INSS e IR sobram líquidos R$ 7.911,67.

É ou não dos Grandes Lances dos Piores Momentos um político pedir para o povo pagar custas de uma ação onde busca ganhar até R$ 200 mil de indenização?

 

LEIA TAMBÉM

Fernando Deadpool age como um Boca Aberta de Gravataí; Um vereador a cliques da perda do mandato

Mulheres garis homenageadas em Gravataí é demagogia, ricas não, é isso?; Parabéns a Bombeiro e Deadpool

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade