Arte em exposição

CANOAS | Tattoo: da pele para tela, um universo de personalidade invade a Villa Mimosa 

A artista plástica e tatuadora Bruma Rodriguez é a responsável pelas peças que compõe a mostra na Villa Mimosa. Foto: Gustavo Garbino/EComPMC

Exposição 'A Pele e a Pintura' segue até o dia 30 de julho aberta para visitação, que só acontece mediante agendamento prévio por respeito aos protocolos de combate à pandemia

 

Com referência em fotografias feitas em estúdios de tatuagem, seis telas com técnica mista (óleo sobre tela ou tinta acrílica), podem ser conferidas na Casa das Artes Villa Mimosa (Avenida Guilherme Schell, 6270, Centro), reaberta mês passado. A mostra 'A Pele e a Pintura', assinada pela artista visual e tatuadora Bruma Rodriguez, 26 anos, e organizada pela Pantheon Curadoria, segue até 30 de julho.

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | O dedo no pulso da pandemia: Martini cobra do Estado doses para antecipação das vacinas

CANOAS | Xô, terceira onda: vacinação sobe, internações caem; como anda a pandemia em julho

 

"A exposição é um convite a uma reflexão no limiar entre o fazer artístico e o processo da arte no fazer da tatuagem", destaca a gestora da Casa das Artes, Rosângela Cardoso. Ela observa que a reabertura da Villa Mimosa vem trazer "um respiro", neste momento de pandemia, tanto para os artistas, que voltam a mostrar seus trabalhos, quanto para o público, que tem a oportunidade de conhecer as obras.

A Casa Villa Mimosa, que conta com a gestão da Secretaria Municipal da Cultura, atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Para realizar a visitação, interessados devem agendar pelo e-mail villa.mimosa@canoas.rs.gov.br. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3428.5789.

'Na pandemia, a dificuldade de acesso é bem maior'
 
Como avalia a importância de expor na Casa das Artes Villa Mimosa?

Expor minhas pinturas, resultado da minha pesquisa de conclusão do bacharelado em Artes Visuais, é um privilégio. Reconheço a importância da Villa Mimosa para a cultura local e região metropolitana. 

Qual a importância de divulgar arte durante uma pandemia?

A dificuldade de acesso é bem maior. Mas, saber que há pessoas que se locomovem para ver meu trabalho me dá muita esperança e força. Seguir trabalhando e produzindo durante a pandemia é um ato de resistência. 

 

Quem é Bruma Rodriguez?

Bruma Rodriguez é artista visual e tatuadora, que defende o fazer artístico na tela e no corpo. Nesta exposição, 'A Pele a Pintura', ela materializa as reflexões de suas pesquisas, em que traz luz à atuação feminina nas artes visuais e na modificação corporal.

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade