Estado

CANOAS | Pavimenta: Busato e os R$ 177 milhões para acessos municipais anunciados ao lado de Leite

Ex-prefeito de Canoas participou do anúncio do programa com o governador Eduardo Leite após avaliação de projetos de 417 municípios. Foto: Divulgação/Piratini

Programa atende projetos de infraestrutura rodoviária englobando obras, sinalização e acessibilidade nas cidades 

O governo do Estado divulgou, na manhã desta quarta-feira, 8, os municípios contemplados na primeira etapa do projeto Pavimenta, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedur). O governador Eduardo Leite, juntamente com o secretário Luiz Carlos Busato, anunciaram o aporte de R$ 177,8 milhões para essa primeira etapa do programa mediante contrapartidas das prefeituras. O valor corresponde ao dobro do que o Estado empenhou em convênios com municípios para pavimentação urbana nos últimos 10 anos.

Ao todo, 175 cidades serão beneficiadas com a ampliação e melhoria da infraestrutura rodoviária.

O Pavimenta beneficiará projetos de infraestrutura rodoviária incluindo obras de pavimentação (asfalto ou bloco de concreto), terraplanagem, drenagem e micro drenagem (meios-fios, bocas-de-lobo e redes), sinalização e acessibilidade. O objetivo é promover o fomento à cultura e ao turismo, acesso a bens, serviços e equipamentos públicos e aprimorar as condições para escoamento da produção, melhorando por consequência a qualidade de vida de todos os cidadãos.

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | Jairo desembarca em Brasília para encontro com Bolsonaro; nova crise no transporte, Educação e legado na Saúde na ponta da língua dos prefeitos

CANOAS | ’A palavra do governador me basta’, diz JJ: surgiu uma luz para o Assistir não quebrar os hospitais de Canoas

 

Busato disse que a adesão expressiva ao programa é fruto de um forte posicionamento da gestão estadual de modernizar o Estado. “O governador está fazendo um trabalho de reequilíbrio das contas e promovendo reformas estruturantes e necessárias, com o apoio da nossa Assembleia Legislativa. Com isso, devolveu o poder de investimento ao Estado e tem sido o parceiro número 1 dos prefeitos e prefeitas", avaliou. "O Pavimenta é um programa que me orgulho em fazer parte, porque atende especificamente as necessidades dos municípios apontadas pelos prefeitos e que vai fazer a diferença”.

O lançamento do projeto e a publicação do edital ocorreram em 21 de junho, e os municípios tiveram 30 dias para inscrição. Foram 453 projetos recebidos de 417 municípios. As propostas apresentadas foram avaliadas por uma Comissão Especial Permanente, com rodadas de envio de comunicados e apresentação de recursos. Após análise técnica documental e de engenharia, 43% dos projetos inscritos foram contemplados, e os municípios habilitados foram divididos por faixa conforme o número de habitantes.

Serão R$ 90,3 milhões para 128 municípios da Faixa 1, com até 20 mil habitantes; R$ 62,8 milhões para municípios da Faixa 2, com o número de habitantes etnre 20 mil e 200 mil; e mais de R$ 24 milhões para contemplar 100% dos municípios da Faixa 3, com mais de 200 mil habitantes. Além dos recursos aportados, o governo do Estado, por meio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e do Badesul, vai disponibilizar R$ 110 milhões em linhas de financiamento para os municípios utilizarem na contrapartida ou na ampliação das obras.

A assinatura dos convênios para o repasse de recursos está prevista para o dia 15 de dezembro. O lançamento da próxima etapa do programa deve ocorrer ainda neste ano, com o anúncio de mais um grupo de municípios contemplados com recursos para 2022.

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade