Gestão e política

CANOAS | Márcio Freitas volta de Brasília com prêmio de gestão; Câmara prepara economia de 10 a 15 milhões em 2021

Presidente da Câmara foi a Brasília na semana passada receber o reconhecimento pela gestão. Na política, segue candidato e cobiçado por partidos aliados. Foto: Divulgação/CMC

Previsão é anunciar o valor final na sessão de 28 de dezembro, quando presidente fará pronunciamento que encerra a gestão e se prepara para o vôo político de 2022

ATUALIZADA – Márcio Freitas (PDT) está feliz. Prestes a encerrar a gestão à frente da presidência da Câmara de Canoas, recebeu na quarta-feira passada, 8, o prêmio IBVG Gestão Pública e do Mérito Parlamentar 2021, promovido pelo Instituto Brasileiro de Verificação de Gestão, o IBVG. A cerimônia de entrega do júbilo, que já está em sua 18ª edição, foi em Brasília.

"É uma alegria muito grande ter esse reconhecimento em âmbito nacional, valorizando a atividade parlamentar e a gestão do Poder Legislativo", disse o presidente. 

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | Com novo contrato, Canoas recebe quase meio bilhão em investimentos da Corsan – tem até grana para parques e Cultura

CANOAS | PPP em ação: Ambiental Metrosul começa troca de 36 mil hidrômetros em Canoas

 

Vereador mais votado em 2020, foi o primeiro a anunciar publicamente apoio a Jairo Jorge no segundo turno da eleição para prefeitura. E pela proximidade com o prefeito eleito, garantiu a presidência do Legislativo no primeiro ano do mandato. Tinha motivo: Márcio concorre a deputado estadual no ano que vem e não tem como conciliar o comando das sessões, a gestão da Câmara e uma campanha que deve percorrer metade do Estado em 45 dias.

Isso sem falar no convite que vem recebendo para trocar o PDT pelo Avante, a noiva da vez em Canoas depois da filiação do vice-prefeito, Nedy de Vargas Marques, e da onipresença de Anderson Dornelles, presidente estadual do partido, aliado 'ficha 1' de JJ e candidato a federal. Márcio nega que esteja de saída do PDT e, oficialmente, o Avante só cogita uma filiação do parlamentar na janela de 2024 – mas longe dos microfones, o partido sonha em ter um nome 'bom de urna' para acumular gordura política e manter o espaço de vice em uma provável candidatura à reeleição de Jairo Jorge. Aliás, longe dele, o Avante sequer cogita estar.

Até lá, Márcio segue. Ele deve anunciar na sessão do dia 28 de dezembro, quando encerra o seu mandato à frente da Casa, uma economia entre R$ 10 milhões e R$ 15 milhões nos recursos recebidos pela Câmara ao longo de 2021. Esse dinheiro será devolvido à Prefeitura, que pode destinar ao pagamento de despesas de final de ano na Saúde, Educação e Assistência Social.

"A responsabilidade financeira com o dinheiro público é de extrema importância, então me sinto lisonjeado pelo reconhecimento, afinal, executamos um trabalho sério e responsável", finalizou Márcio, ainda falando sobre o prêmio.

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade