Política

CANOAS | Câmara fraciona pauta, aprova reajuste parcelado e discute ’políticos’ na segunda

Vereadores resolveram fracionar a pauta, votar projetos de reajuste e PCI na quinta e demais na segunda-feira, 7. Foto: Reprodução YouTube

Nova sessão extraordinária está marcada para tarde da próxima segunda-feira

Com uma longa e polêmica pauta, a Câmara de Canoas decidiu fracionar as discussões da sessão extraordinária marcada para esta quinta-feira, 3. Aprovados a reposição da inflação aos servidores e o projeto que cria um parque tecnológico no PCI e o batiza de Jaime Lerner, os demais assuntos passaram para a sessão de segunda-feira, 7. A nova sessão, também extraordinária, também será à tarde e, entre outros assuntos, trata de mudanças no plano de carreira dos profissionais de Educação e a reposição para os agentes políticos no governo e na Câmara.

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | Com vistoria, 1 em cada 2 chamadas sobre o esgoto no Guajuviras foram resolvidas, mais ainda tem o lixo…

CANOAS | Governo propõe quitar rescisões da Gamp em 28 parcelas e indenizar licença de gestantes

 

De longe o projeto mais aguardado do dia foi o que define a reposição da inflação aos servidores. Na semana passada, a equipe técnica do governo Jairo Jorge anunciou o índice de 10,06%  – o Índice de Preços ao Consumidor Amplicado, IPCA, apurado pela IBGE. O problema é que o governo propôs o pagamento em oito vezes – o que despertou a gritaria dos sindicados ligados à categoria. Na quinta, haviam prometido um ato público em frente à Câmara – mas com a notícia de que a sessão não seria aberta ao público devido às restrições impostas pela pandemia, a mobilização acabou migrando para internet. 

O chat da transmissão ao vivo da Câmara no YouTube chegou a ficar congestionado.

Assim, servidores do município receberão 0,28% sobre o salário de janeiro (que deverá ser pago na folha de fevereiro, de forma retroativa); 1,5% em fevereiro, março e abril; e 1,4% em maio, junho e julho; e, finalmente, 1,08% em agosoto.

Câmara e agentes políticos adiados

Após a aprovação do projeto, os vereadores passaram a discutir sobre a reposição aos agentes políticos. Uma emenda da oposição pretende retirar do rol de beneficiários do ajuste quem tem cargo de secretário municipal ou equivalente. Esse projeto, a emenda e o projeto legislativo que dá o mesmo índice de reajuste da prefeitura para os servidores da Câmara, entre eles os próprios vereadores e seus assessores, foram adiados.

PCI será Parque Tecnológico

O projeto que cria o Parque Canoas Inovação como um parque tecnológico nos moldes do TenoSinos e do TecnoPUC restou aprovado. A medida tinha prazo para ser discutida na Câmara uma vez que a secretária de Desenvolvimento Econômico, Simone Sabin, articula a vinda de aproximadamente R$ 10 milhões em recursos federais para implatação da incubadora tecnolígia na cidade.

Além disso, o projeto também dá o nome do arquiteto e urbanista Jaime Lerner ao espaço – ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná que faleceu em maio de 2021.  

O que passa para a sessão da semana que vem

Além do adiamento da discussão sobre o reajuste para os agentes políticos, a Câmara adiou para segunda-feira a discussão de um projeto que altera o plano de carreira dos profissionais da Educação Básica. Segundo o vereador Emílio Neto (PT), líder do Governo na Câmara, a Secretaria de Educação pretende convocar novos professores para o período de volta às aulas, que acontece em 21 de fevereiro. Ele pediu, então, que alguns esclarecimentos sobre o projeto e a convocação fossem prestados à Câmara, o que justifica o adiamento.
 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade