Troca

CANOAS | Busato no PSL: a política ao pé-do-ouvido, o período pré-União e o vereador para chamar de seu

Ex-prefeito preside o PSL e comanda a fusão com o DEM para criação do União Brasil no Rio Grande do Sul. Foto: Arquivo

Em vídeo, ex-prefeito anunciou que recebeu a presidência do PSL estadual e aposta no diálogo para por fim às turbulências que marcam a trajetória da sigla que se une ao DEM para formar o União Brasil

Aguardada para o final do ano, a filiação do ex-prefeito Luiz Carlos Busato foi confirmanda na noite desta quinta-feira, 4: para quem pensou que Busato seria 10 de Republicanos, viu virar 17 de PSL. Luciano Bivar, presidente nacional da sigla, ainda deu ao ex-prefeito o comando do partido no RS: além da presidência, a executiva estadual é formada pelo grupo que acompanha Busato no 'tchau, querida' que deram no PTB após a ruptura política com Roberto Jefferson, lá em abril.

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | Justiça reverte decisão e desbloqueia bens de JJ, ex-servidores e da empresa Aeromóvel

CANOAS | 10 mil desempregados vão receber passagens no Oportunidade Canoense

 

"Já conversei com diversas lideranças do PSL, vou conversar com o pessoal do DEM também. Minha missão é o diálogo respeitoso para preparar a fusão e o nosso caminho para 2022", diz Busato. Ele conversou com o blog entre uma ligação e outra para prefeitos e vereadores do interior que viram na migração para o União uma chance de escapar do binário Lula-Bolsonaro. "O União nasce como o maior partido do país. Terá a maior bancada no Estado. Teremos tempo de TV, recursos do fundo partidário e bastante diálogo. Assim nos tornamos atrativos".

Em Canoas, a escolha de Busato não deve alterar a composição da Câmara, pelo menos até a janela de 2024. Mas há uma dúvida. Sem o ex-prefeito, o comando do PTB local cairá nas mãos de Juares Hoy, bolsonarista de primeira hora e alinhado, portanto, a maioria nacional do partido. Já o Dr. Laércio, também eleito pelo PTB, está de malas prontas para engrossar fileiras no Podemos de Lazier Martins e, recentemente, invólucro da candidatura presidencial do ex-juíz Sérgio Moro.

A dúvida é Eric Douglas.

O 'Fera' sempre foi próximo de Busato e não parece muito confortável no papel de oposição – pelo menos não com a mesma desenvoltura de Juares Hoy, por exemplo. A adesão ao União Brasil daria um braço político local ao grupo de Busato e a Eric a chance de reeleição em 2024 em um partido não tão esfarelado como o PTB está ficando. "O Eric é nosso amigo, mas a com os vereadores só para 2024", despista Busato.

O blog tentou contato com Eric, mas ele tinha marcado uma operação nos ligamentos do joelho esta semana e acabou não pode retornando as ligações.

"Nosso momento agora, hoje e no final de semana, é administrativo. Vamos ter uma sede em Porto Alegre, organizar o partido no Estado", avisa o ex-prefeito. "Logo chegará a vez dos municípios e de Canoas também.

Outro alvo provável do União Brasil é Alexandre Gonçalves, hoje no PDT. Aliado de Busato na eleição, viu o colega de bancada Márcio Freitas migrar para campanha de Jairo Jorge no dia seguinte ao primeiro turno. A exemplo de Eric, no entanto, também precisa esperar a janela de 2024 se optar por deixar o partido.

O anúncio de Busato também dá um alívio no Republicanos, que não escondia o contrangimentto em receber o ex-prefeito e manter-se no atual governo. Beth Colombo já havia 'engolido o sapo', mas certamente ficou aliviada quando viu o antigo adversário de 2016 agradecendo o PTB e anunciando a presidência do PSL pelas redes sociais.

Por fim, ganha o PSL com Busato na presidência. Adepto da política de 'quem conversa mais chega mais longe', pode trazer um toque de tranquilidade ao turbulento coquetel de vaidades que é PSL gaúcho, prenúncio de que o União vai exigir paciência e firmeza para equilibrar-se no cenário estadual. E olhe que o DEM não-Onyx Lorenzoni nem entrou ainda.

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade