Os 75 do Joarez

CANOAS | 75 toneladas de solidariedade

Empresário canoense completou 75 anos neste domingo e promoveu ação para distribuir o que arrecadou com amigos para entidades assistenciais da cidade e da região. Foto: Rodrigo Becker

Aniversário de Joarez Picinini foi, mais uma vez, marcado por uma grande ação social em benefício de entidades assistenciais de Canoas e região

Nem a chuva da manhã deste domingo, 29, foi capaz de aplacar a alegria do empresário Joarez Piccinini, que comemorou seus 75 anos de um jeito que já vem se tornando tradição na cidade: com a doação de alimentos e leite para entidades assistenciais de Canoas e região. Já é o terceiro ano que ele promove a ação com os 'mimos' que recebe de aniversário. "Peço aos meus amigos que ao invés de me dar presentes, contribuam para a nossa arrecadação de cestas básicas", conta. "E eu colo o mesmo valor para completar a doação".

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | O grande acerto de Nedy na ação que pede intervenção no HU; a crise, a ação e a provação

CANOAS | Prefeitura pede à Justiça afastamento da FUNAM intervenção imediata no HU

Este ano, o total arrecadado e a contribuição particular do  empresário alcançaram 75 toneladas – superando a casa dos R$ 260 mil doados. "O preço dos alimentos subiram mais de 30% este ano", avalia. O efeito da inflação pós-pandemia, no entanto, não desmotivou a ajuda: o total arrecadado passou de 55 toneladas em 2021 para 75 toneladas, agora.

O número de entidades beneficiadas também cresceu: este ano, foram 45 contempladas. A distribuição lotou o pátio do posto Metropolitano, na Guilherme Schel, no Centro, durante toda a manhã deste domingo. Cerca de 20 funcionários das empresas de Piccinini ajudaram no carregamento das doações e uma fila que dobrava a quadra da Pedro Hilgert. Cada uma levou pelo menos uma tonelada de alimentos. "É bem completo: arroz, feijão, macarrão, óleo, farinha e tudo mais. E de qualidade: o que entra na minha casa a gente doa aqui", garante o empresário.

Antes da pandemia, Joarez Piccinini já havia feito arrecadação de leite em pó e cobertores para doação, mas encontrou nas cestas básicas uma forma de ajuda mais abrangente. "Temos muita gente passando fome. Essas doações vão garantir que muitas famílias tenham o que pôr à mesa", diz.

"Não sou político, não tenho pretensão de aparecer como essa ação. Mas foi o jeito que encontrei de colocar à disposição de quem precisa essa rede de amigos que construí durante a vida", conta Joarez. "Pedindo a eles e promovendo essa ação me sinto bem fazendo o bem".

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade