Eleições 2022

CANOAS | Márcio Freitas é do Avante: o que rolou – e ainda pode rolar – com o ’up grade’ do mais votado

Dono de mais de 4 mil votos na eleição de 2020, vereador mais votado da Câmara troca PDT pelo Avante e segue determinado às urnas em outubro

Márcio Freitas, agora, é do Avente. A troca formaliza a conduta que Márcio sempre teve de apoio ao governo, embora o PDT tenha sido colocado à oposição em 2020.

Amigo de Jairo Jorge, agora Márcio fica mais a vontade para defender o governo e o legado político do prefeito afastado.

"Acredito que o MP tenha se equivocado", disse na Câmara na manhã desta terça-feira, 26, em seu primeiro pronunciamento no novo partido. "Não sou advogado, sou político. Mas tive acesso a investigação do MP. E em 11 mil páginas não encontrei uma única prova contra o JJ", repetiu, logo depois, em conversa com o blog.

Aos mais ansiosos, já aviso que não há possibilidade de o PDT pedir o mandato de Márcio na Justiça, como o PT pediu o de Paulinho do Odé e DJ Cabeção, na lesgilatura passada. Márcio Freitas tem a famosa 'carta de anuência' – aquela em que o partido concorda com os motivos do eleito e o libera para trocar de sigla.

"Foi uma escolha. Eu sempre tive um grande apreço pelo Dr. Nedy que foi seis vezes presidente da Câmara", conta Márcio. "Depois que conversamos com o meu grupo político e recebi, no dia 1º, a carta de anuência, fiz a escolha que deveria fazer".

Só para lembrar: o blog havia especulado essa questão no ano passado, apontando que Márcio era o 'reforço de parar o aeroporto' do Avante para 2024. O caso, na época, acabou desmentido na iminência de que o vereador sofresse uma pressão interna do PDT. O episódio levou o próprio Márcio a garantir que tinha essa de 'passar a perna' internamente na base de sustentação.

Replico o parágrafo publicado em dezembro de 2021 e o link do post CANOAS | Márcio Freitas volta de Brasília com prêmio de gestão; Câmara prepara economia de 10 a 15 milhões em 2021 para que quiser conferir na íntegra: 

 

Isso sem falar no convite que vem recebendo para trocar o PDT pelo Avante, a noiva da vez em Canoas depois da filiação do vice-prefeito, Nedy de Vargas Marques, e da onipresença de Anderson Dornelles, presidente estadual do partido, aliado 'ficha 1' de JJ e candidato a federal. Márcio nega que esteja de saída do PDT e, oficialmente, o Avante só cogita uma filiação do parlamentar na janela de 2024 – mas longe dos microfones, o partido sonha em ter um nome 'bom de urna' para acumular gordura política e manter o espaço de vice em uma provável candidatura à reeleição de Jairo Jorge. Aliás, longe dele, o Avante sequer cogita estar.

 

Em outubro, Márcio vai às urnas: a candidatura projetada por ela para deputado estadual segue de pé.

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »