Terceira onda

CANOAS | Graças também suspende eletivas: Covid ’chega chegando’ e já ocupa 16 de 20 UTIs

HNSG retomou leitos dedicados exclusicamente para pacientes do novo coronavírus; ocupação alta denuncia força da terceira onda

 

Na semana em que o uso de UTIs para pacientes com Covid-19 aumentou 600% em Canoas, o Hospital Nossa Senhora das Graças –  HNSG segue o caminho já trilhado pelo HU e suspende a partir deste sábado, 29, consultas, cirurgias e exames eletivos. A medida pretende evitar a contaminação cruzada que acontece quando um paciente sem Covid busca atendimento e sai contaminado pela proximidade de pessoas portadoras do vírus. 

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | Por que Jairo Jorge só foi para casa depois das 2h da madrugada

CANOAS | ’Meia noite encerra a Era Gamp’, diz JJ; a Saúde e o ornitorrinco

 

O crescimento de internações foi assustador na cidade a partir das primeiras semanas do ano. Em 30 de dezembro, 3 pessoas ocupavam UTIs/Covis em Canoas e 18 estavam em leitos de enfermaria. No dia 25, a Prefeitura registrou 18 pacientes em UTI e 47 em enefermaria.

Em nota que comunica a suspensão das eletivas, o Graças informa que a medida se manterá em vigor por tempo indeterminado a fim de resguardar a saúde de toda comunidade hospitalar. As Emergências seguem funcionando normalmente, bem como atendimentos regulares dos serviços de Oncologia, Traumatologia e Ambulatório Pós-Covid.

 

Por enquanto, sem visitas

As visitas a pacientes internados também estão suspensas desde 6 de janeiro. As equipes médicas estão prestando informações sobre o estado de saúde, diariamente, ao familiar responsável cadastrado, através de contato telefônico. Apenas pacientes com necessidades especiais podem manter um acompanhante no hospital. As mesmas medidas já foram tomadas também pelo Hospital Universitário de Canoas.

80% das UTIs/Covid do Graças estão ocupadas

Devido ao recrudescimento da pandemia causado pela variante ômicron, o Graças reativou neste mês 10 leitos de enfermaria e 20 de UTI exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19. Na sexta, 28, a ocupação era de 9 leitos de enfermaria e 16 de UTI. Em nota, a direção do hospital disse que segue monitorando a situação e pode reservar mais leitos para Covid caso a demanda siga ampliando.

Prevenção e vacina: não se negue esperança

Por fim, a nota do Graças reforça a importância das medidas de prevenção contra a disseminação de variantes de Covid-19 e da Influenza A, como o uso de máscara, higiene das mãos, distanciamento social e vacinação em dia. Além disso, traz uma série de dicas valiosas, que o blog reproduz por pertinetes – e por concordar cientificamente com todas elas:

1.

A vacinação é uma estratégia de cuidado coletivo, sendo medida de saúde pública essencial para reduzir casos graves e diminuir risco de morte;

 

2.

Quanto menos o vírus estiver circulando, menor será o número de pessoas com sintomas e a chance de novas variantes;

 

3.

O uso da máscara é essencial para diminuir o risco de transmissão, entretanto a máscara não substitui o distanciamento físico, que deve ser de pelo menos 2 metros entre pessoas que não moram na mesma casa;

 

4.

Atividades na qual o uso de máscara não seja possível – como alimentação e tabagismo – aumentam o risco de contaminação e devem ser evitadas em público;

 

5.

O autoisolamento deve ser iniciado assim que for identificado qualquer sintoma respiratório e mantido até que seja possível excluir contaminação por Covid-19 ou outras doenças virais respiratórias.

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »