solidariedade

Cachoeirinha recebe certificado de conclusão de todas as etapas do MigraCidades 2021

O prefeito em exercício, Maurício Medeiros, a secretária de Assistência Social, Cidadania e Habitação, Cristina Mesquita, e a coordenadora de Proteção Social Especial, Simone Moraes, receberam o certificado prévio de conclusão do MigraCidades 2021.

A comprovação é fornecida pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), a Agência para Migrações e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Desta forma, o município conclui todas as etapas do processo de certificação em governança migratória local.

Cachoeirinha é uma das 22 cidades brasileiras reconhecidas com o selo em razão das ações desenvolvidas no acolhimento aos imigrantes. Em 2020, o município já havia iniciado a participação no processo. Neste ano, foi concluído o acolhimento para pessoas adultas, ampliando para 32 vagas, e foi dada continuidade no serviço de documentação, elaboração de currículos e criação do Projeto de Lei para os imigrantes, que será colocado em prática em 2022.

– Além disso, recebemos o atestado de participação de Boas Práticas pelo guia produzido com todos os serviços da cidade e cartazes com orientações sobre o coronavírus nos idiomas espanhol e francês – informou a secretária Cristina.

A entrega oficial do certificado, com as assinaturas das entidades que promovem o MigraCidades, será on-line.

– Ficamos honrados pelo reconhecimento que Cachoeirinha vem recebendo. Com isso, comprovamos que nosso município acolhe a todos que chegam e trabalha para promover serviços dignos à população – ressaltou o prefeito em exercício.

O Migracidades foi instituído para auxiliar os governos locais a apreciarem, fortalecerem e construírem políticas migratórias. Para ganhar o selo, o município deve ter um trabalho consolidado com imigrantes, boas práticas e passar por um processo de capacitação. 

Ao todo, são cinco etapas que envolvem a plataforma. Elas são: Inscrição, que se resume na realização de um curso on-line e leitura dos materiais instrutivos; Diagnóstico e Priorização, execução de uma reunião intersetorial para apresentação da proposta de certificação, que é revisada pela OIM; Certificação, fornecida pela UFRGS que encaminha o selo MigraCidades ao município; e Monitoramento, que é baseado na implementação e registro das ações e reunião para acompanhamento.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »