educação

A Educação Básica tem futuro?

A Casa dos Açores em Gravataí foi pequena para o lançamento do Livro “A Educação Básica tem futuro?” Com o título provocativo o livro instiga o debate educacional no Brasil.

A obra é uma realização do GEPPEM (Grupo de Estudos de Políticas Públicas do Ensino Médio) ligado à faculdade de Educação da UFRGS, com a organização das professoras Mariângela Bairros e Patricia Marchand.

O lançamento em Gravataí contou com dois professores da aldeia que contribuíram com textos, o professor historiador Amon da Costa, da escola CIEP Morada do Vale e a diretora da Escola Tuiuti, Geovana Rosa Affeldt.

– Eu não desisto, não sou funcionária do governo X ou Y, sou uma funcionária da comunidade do Tuiuti, dos pais, alunos, professores e funcionários. Jamais desistirei da educação, este é
o meu relato neste livro – disse Geovana.

O livro traz um conjunto de contribuições, pesquisas, estudos e vivências de professores que aceitaram o convite de escrever. Temas como a democratização do acesso, a permanência na escola, uma crítica à reforma do ensino médio e o sucateamento da carreira de educador são alguns dos temas da pesquisa de Mariângela Bairros e Patrícia Marchand.

A obra está sendo comercializada pelo site da Livraria Cirkula: livrariacirkula.com.br

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »